terça-feira, 1 de julho de 2008

Primeiro Arquivo (enquanto não lhe encontro um nome...)



“Aquela imensa alegria de quem se sente abraçado à felicidade, e como se o vento quente que corre entre nós me roubasse as palavras, suspiro apenas. Fico como que muda, descansada. E mesmo depois de ires deito-me sobre a cama e imagino que ainda ali estás. Pensamento tal facilitado pelo perfume com que impregnaste a barra do meu lençol, e a almofada… e que agora inspiro como que alimento para a alma. Sinto-me feliz e adormeço.”

5 comentários:

v in b disse...

E venham mais "arquivos". Agora eu 'sinto-me feliz e adormeço'...espero. ass: sleepless VinB

filipa (bombom) disse...

tão bonito Mary!
o cheiro do lençol e da almofada, sim esse cheiro que fica e que até dormimos melhor só de o sentir ao de leve...*

Maria Inês disse...

Obrigada queridas!!

Alguma ideia para o título??

Beijinhos!*

fj disse...

dar-lhe-ia o titulo
"Prazeres inóculos"

obrigado por teres o link do Dicionario 100Palavras e pelas tuas visitas.
Voltarei aqui com um pouco mais de tempo!

bjs

Maria Inês disse...

De nada!
Obrigada pelos comentários e pela sugestão! =)
Bjs