quinta-feira, 10 de julho de 2008

Headache going Migraine

Já experimentaram trabalhar por baixo de uma discoteca?
Então convido-vos a passar um dia inteiro no meu local de trabalho.
É que os nossos queridos vizinhos de cima pensam que a casa deles é uma discoteca, ou então que tem um isolamento fantástico, ou então estão-se simplesmente a cagar pra nós! É que se fosse de noite uma pessoa ainda podia fazer quixa, agora assim...
E agora pensam vocês "Que cota, já não se pode ouvir música? Está a exagerar..." mas não está!!! É que esta merdinha entre o soalho deles e o nosso tecto é pladur!
Ou seja, eu estou aqui desde o meio dia e são quase 7h da tarde e maior parte do tempo estive a gramar com esta merda. É que não é só o som, eles saltam! Parecem hipopótamos a fazer ballet! (pelo som, não que já tenha presenciado tal evento...)
Resumindo, já tomei um brufen 400 e não vejo melhoras.
(também já fui tocar à campaínha, durante algum tempo, mas não sei se me ouviram.)
Olha, pode ser que leiam o meu blog, e assim for só tenho a dizer:
"Se fossem apanhar no cuzinho faziam melhor figura."

4 comentários:

v in b disse...

Para a próxima tenta uma basuka..é capaz de resultar melhor do que a tentativa da campaínha. As melhoras cubinho.
(ps-dormi... e agora 'tou sem sono! só eu.)

ZaniNE disse...

Olha que apanhar no cuzinho se calhar dava-lhes pra pior...? Em vez de música tinhas gemidos, já viste?

E tentares deixar um bilhetinho na porta de entrada, dirigido directamente aos ditos cujos, era uma boa, não? Podia ser que ganhassem vergonha na cara... Sim , porque qto a ler o teu blog, esquece, devem ser uns ignorantes, é q só pode!?

mim disse...

Tens toda a razao e tens a minha solidariendade. Cada vez k passo por aí pa ir as aulas d condução apanho c a barulheira. O pior é k a musica nem é nd d jeito. Os meus sentimentos.

Maria Inês disse...

É mesmo verdade, a música ainda por cima é uma porcaria... os clientes entram na loja e até se assustam...
(o melhor é eu não falar muito porque os últimos dias têm sido melhores, se calhar foram de férias para algum lado...)