sexta-feira, 8 de agosto de 2008

Memória

Ando com falta de memória.
Ou TENHO simplesmente pouca, não sei.
Esqueço-me SEMPRE de qualquer coisa. Sempre, é inevitável.
Por isso já por várias vezes pensei comprar comprimidos, cápsulas, ampolas... da farmácia, da dietética... e comprei, efectivemante.
E depois elas dizem quase sempre lá na caixa que só fazem efeito se se tomarem três caixas de seguida ou coisa que o valha.
Ora eu, para começar, é raro não me esquecer de as tomar, até porque na maioria são várias vezes ao dia. Mas mesmo adaptando para a toma única (por dia) continuo a esquecer-me de os tomar. E depois, quando ao fim de três meses acabo a caixa que era suposto ter durado apenas um penso "Estes(as) comprimidos/cápsulas/ampolas são uma porcaria, se calhar devia experimentar outras..."
E lá vou eu à procura de umas que ainda não tenha experimentado, para no fim não mudar nadinha.
É um ciclo vicioso...

7 comentários:

ZaniNE disse...

Ahahah! Deve ser o mal da nação - esquecimento. O que até nem é mau, visto como as coisas andam...?

Eu tb sou assim! Fico aliviada por não ser a única!?

As férias foram boas? Beijoquinhas.

Ri-me. Foi bom.

rumblepack disse...

Ausência de evidência não é evidência de ausência.

Maria Inês disse...

As pseudo-férias ainda não acabaram... =)
Beijinhos

Bruno disse...

andam aí umas memórias flash bem grandes

Maga disse...

eu tenho os meus espertos em cima da máquina de café. como não saio de casa sem o beber, não há como me esquecer deles!
e essas férias? não te esqueças de voltar...

Maria Inês disse...

Oh... eu como raramente bebo café e quando o bebo é fora de casa... as pseudo-férias vão indo... hj cá estou eu a trabalhar quando me apetecia era estar na praia a dormir a sesta. eh eh, é a vida!
Vou ver se hoje ainda consigo postar alguma coisa. ;)

juliette disse...

É como aquela técnica do cordelinho que se punha antigamente no dedo, para não esquecer de fazer determinada coisa: quando voltas a olhar para o cordelinho, zás, já te esqueceste do que não te querias esquecer.